A saúde do Futebol depende dele se libertar da Rede Globo! O Futebol NÃO é vermelho e preto! A FlaPress existe! Sem ter quem
    acredite nela, a mentira não anda. Combata a FlaPress repassando a verdade que você já sabe para amigos NÃO flamenguistas.
Data da publicação: quinta-feira, 7 de maio de 2015
Postado por Edu Luz

Análise do Botafogo - Jogo válido pela segunda fase da Copa do Brasil 2015 (volta)





COLUNA DO BOTAFOGO








Lembrete: Minhas matérias são livres de manipulações e distorções muitas vezes encontradas mídia afora. Então aproveite e compartilhe com seus amigos! :)







                               Botafogo x Capivariano









Rodada: Segunda fase da Copa do Brasil 2015 (Jogo de volta
Local: Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 06 de maio de 2015
Horário: 22h

Escalação: Jefferson, Luis Ricardo, Emerson, Alisson Brand (->Diego Giaretta), Pedro Rosa, Airton, Fernandes (->Cidinho), Gegê, Diego Jardel (->Daniel Carvalho), Sassá e Henrique
Técnico: René Simões




Crônica:

Entre o segundo lugar no Campeonato Carioca e a estreia no Campeonato Brasileiro da Série B, havia um duelo que valia vaga na terceira fase da Copa do Brasil. Sem deixar margem para dúvida, o Botafogo entrou em campo firme no primeiro tempo e construiu resultado que lhe deu tranquilidade: 2 a 0.

Como o Botafogo já tinha a vantagem por ter vencido o jogo de ida por 2 a 1, o Capivariano começou se lançando ao ataque e tentando surpreender. Não conseguiu. Logo, o time alvinegro tomou o comando das ações. Arriscou com Fernandes, chute por cima aos 7 minutos, e acertou o travessão aos 8, em bela finalização de Sassá.

Verdade que o Capivariano ameaçou em cabeçada de Rodolfo, para defesa segura de Jefferson, mas o jogo era do Botafogo. Aos 17, Sassá deu ótimo passe por cima da zaga, Gegê dominou e bateu firme para abrir o placar. Botafogo 1 x 0 Capivariano!

O retorno de Jefferson, após se recuperar de uma lesão no joelho direito, era uma boa notícia para o Fogão. O goleiro, convocado para a Copa América, mostrou que segue com os reflexos em dia ao fazer bela defesa em chute de Everton. Na sequência, ataque alvinegro, Luis Ricardo para Henrique, cruzamento preciso e gol de Sassá, aos 36. Botafogo 2 x 0 Capivariano!

Na etapa final, René Simões pôde colocar Daniel Carvalho, para dar ritmo ao jogador. O meia entrou bem e organizou as jogadas ofensivas. Ele originou duas faltas perigosas a favor do time alvinegro (ambas cobradas na barreira, por Emerson e pelo próprio Daniel) e bateu escanteio na medida para Luis Ricardo, aos 22, marcar o terceiro. Botafogo 3 x 0 Capivariano!

Outro jogador a entrar para ter uma nova chance foi Cidinho. Incentivado pela torcida, ele entrou cheio de gás e chegou a arriscar duas finalizações, quase marcando na primeira delas, já aos 38. No fim, terminou mesmo 3 a 0!

Texto de Danilo Santos (Cronista oficial do Botafogo)


     (Vitor Silva / SS Press / BFR)






Confira os melhores momentos da partida a som ambiente:





 LeandroSports




Análises:


Jefferson
Mesmo sendo pouco exigido, mostrou a segurança que nunca lhe faltou vestindo a camisa alvinegra.


Luis Ricardo
Fez o dever de casa na defesa e ainda marcou seu gol após cobrança de escanteio.

Alisson
Com pouca movimentação, abriu espaços pelo lado esquerdo, permitindo ao visitante suas melhores jogadas por ali. 


Emerson
Na sua estréia como profissional, por vezes, se mostrava bem na marcação. Um excelente jogo para ganhar experiência.


Pedro Rosa
Muito bem ofensivamente, embora tenha comprometido na defesa.


Airton
Marcou forte. Com toda sua experiência, fez muito bem a proteção à zaga.


Fernandes
Apresentou muita qualidade. Fez bons passes e saia muito bem pelo meio.


Diego Jardel
Apresentou muita técnica, embora tenha sido desatento. Foi substituído no intervalo. 


Gegê
Sua melhor partida com a camisa alvinegra. Fez seu gol, ajudou na marcação e chefiou o meio-campo.

Sassá
Transbordou vontade. Deu bela assistência para o gol de Gegê e ainda marcou o seu.


Henrique
Deu assistência para o gol de Sassá, mas ainda está distante do padrão apresentado pela equipe.

Daniel Carvalho
Muito bem tecnicamente, mesmo sem ritmo, tem se apresentado como peça importante para o principal objetivo do time no ano.


Diego Giaretta
Entrou no lugar de Alisson e conseguiu fechar o setor defensivo.


Cidinho
Entrou sem nenhum ritmo de jogo. Poderá ser útil quando atingir sua plena forma.







Finalizando:


Com o resultado, o Botafogo computa agora 10 vitórias em 10 jogos realizados no Engenhão.

O próximo adversário na Copa do Brasil sai do confronto entre Avaí e Figueirense. Antes, o foco se volta para o Campeonato Brasileiro da Série B. Sábado, o Bota enfrenta o Paysandu, em Belém, na estreia.

Postada por Edu Luz. Você pode receber as próximas postagens do Aqipossa assinando gratuitamente nossa NEWSLETTER.

Divulgue esse artigo